fbpx
Política e Economia

Paraguaçu Paulista nunca foi Estância Turística e jamais será um Parque Aquático

Não com esta gente que há aproximados cinquenta anos administra nossa cidade, mas em benefício de propósitos empresariais pouco elogiáveis, senão condenáveis sob todos os aspectos.

Justifico!

A exemplo de gestões anteriores, esta administração sequer consegue administrar um cemitério, onde os moradores de nada reclamam, irá ela conseguir transformar a cidade em um Parque Aquático?

Não conseguirá!

Para realizar um propósito desta magnitude, além de dinheiro e boa vontade, é preciso honestidade e inteligência voltada para o bem comum e interesse público, premissas que faltam a nossos atuais gestores.

Para fazer um parque aquático é preciso ser um ser humano probo e inteligente.
Infelizmente a nossa atual gestora, sem a concorrência de terceiros, sequer consegue cozinhar um ovo. Sua mediania e limitação intelectual é desanimadora, para não dizer assombrosa. Sequer consegue imitar gestores inteligentes. Eis que seus modelos de gestão pública são o anão purpurinado João Doria (vulgo João do Caixão, como é chamado em São Paulo) e Bruno Covas (vulgo Bruno Sepultura, como é conhecido na capital paulista). Ambos são tidos como os mais corruptos e os piores administradores que o estado e a capital paulista já conheceram.

Nossa atual “gestora municipal” está à frente da política paraguaçuense desde os idos de 1976, primeiro como esposa e primeira dama do município. Posteriormente, por motivos administrativos pouco elogiáveis, passou a cumular as funções de vereadora e, agora, prefeita medíocre.

Vê-se, assim, que ao longo de quase cinquenta anos em que liderou nossa cidade, ela vem sobrevivendo daquilo que os “outros são”, e que ela talvez “quisesse ser”, mas falta-lhe cérebro (massa cinzenta) para tanto.

Nossa prefeita se encaixa perfeitamente na sentença do dramaturgo pernambucano Nelson Rodrigues:

SUBDESENVOLVIMENTO NÃO SE IMPROVISA. É PRECISO SÉCULOS DE PLANEJAMENTO.

E eu acrescento:

PLANEJAMENTO, GESTÃO E GESTORES DA PIOR QUALIDADE E UM MAU-CARATISMO AINDA PIOR.

Este tal Parque Aquático anunciado não passa daquelas coisas que o papel higiênico aceita sem reclamar. Coisa de político sem rumo às vésperas de mais uma disputa eleitoral.

Não vai acontecer.

Basta ver como está o Cemitério Municipal. É lá que todas as boas intenções dessa gente estão enterradas.

Se nem de um cemitério nossa prefeita consegue cuidar, o quê é que se pode esperar deste tal Parque Aquático? Eu não espero nada.

Não vai dar certo!

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo