fbpx
NacionalNotícias

Coronel Lamartine Holanda é exonerado da presidência da FUNARTE

Há rumores que o então presidente não tomou providências em irregularidades de projetos da Fundação e suposta perseguição a servidores.

 

Larmartine Barbosa Holanda, coronel da reserva do Exército, foi exonerado do cargo de presidente da Fundação Nacional de Artes (FUNARTE), publicado no Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira (31).

Lamartine é o quinto nome a assumir a vaga sendo precedido por Luciano da Silva Querido, Dante Mantovani (duas vezes) e Miguel Proença.

Em vídeo publicado no canal youtube, a ex-funcionária da FUNARTE, Luciana Lago, faz graves denúncias contra o coronel Lamartine.  Ela denuncia inúmeras irregularidades que ocorreram na Escola Nacional do Circo, tanto de ordem administrativa quanto a de tráfico de influências.

Ainda segundo a artista, há perseguição aos servidores “bolsonaristas”, inclusive funcionários indicados pelo presidente da fundação na época Dante Mantovani, muitos servidores querem se aposentar por não compactuarem com as irregularidades que ocorrem dentro da FUNARTE. Luciana diz que dentro da Escola Nacional do Circo, a instituição virou uma agência de fomento, proteção de amigo do amigo.

A artista ainda arremata que em sua última conversa com o então presidente coronel Lamartine, ele disse que tinha ordens de exonerar a todos funcionários bolsonaristas que foram nomeados por Dante Mantovani, do setor Olavo de Carvalho do governo.

Até o momento não há nenhum nome indicado para preencher a vaga do cargo máximo da instituição.

Assista ao vídeo:

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo