fbpx
LocalNota de FalecimentoNotícias

Militar Paraguaçuense morre após cair do Helicóptero Águia durante treinamento em Álvares Machado

Cabo da Força Tática do 32º BPM/I, por motivos a serem apurados, se desequilibrou da aeronave. Alexandre Luís Batista tinha 43 anos.

O Paraguaçuense e cabo da Polícia Militar Alexandre Luís Batista, de 43 anos, que atuava na Força Tática em Assis, morreu hoje após cair de um helicóptero da corporação durante treinamento em Álvares Machado,  região de Presidente Prudente. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Em nota, a Polícia Militar de São Paulo afirmou que o acidente ocorreu por volta das 10h30 desta quinta-feira. O treinamento era realizado em conjunto pelo Comando de Aviação e por policiais da Força Tática do 32º Batalhão de Polícia Militar do Interior. Ainda segundo a corporação, o cabo Alexandre Luís caiu de uma altura de cerca de oito a dez metros. “Todas as providências para apurar o caso estão sendo adotadas pela Polícia Militar, bem como as investigações aeronáuticas pelo órgão responsável”, diz a PM.

Posicionamento oficial

A Polícia Militar enviou uma nota oficial com o seguinte posicionamento sobre o assunto:

“A Polícia Militar esclarece que nesta quinta-feira, 16, por volta das 10h30 um Cabo da Polícia Militar caiu de um helicóptero Águia do Comando de Aviação, da Base de Presidente Prudente, durante um treinamento conjunto entre o Comando de Aviação e policiais da Força Tática do 32º Batalhão de Polícia Militar do Interior. O acidente aconteceu na cidade de Alvares Machado. O policial caiu de uma altura de cerca de oito a dez metros. Ele foi socorrido em estado grave para o Hospital Regional de Presidente Prudente.

Todas as providências para apurar o caso estão sendo adotadas pela Polícia Militar, bem como as investigações aeronáuticas pelo órgão responsável.”

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo