fbpx
LocalSaúde

Para a atual gestão, Campanha Cidade Limpa não é eficaz

O Vereador Ricardo Rio enviou requerimento para obter informações sobre a situação da Dengue e sobre o Retorno do Programa Cidade Limpa.

Todos os anos os cidadãos paraguaçuenses se preparam para a Campanha Cidade Limpa, onde retiram de suas casas velharias, entulhos, pneus, garrafas, e todo tipo de objeto que acumulados podem se tornar criadouros e causadores de doenças. Esse programa é ideal porque o cidadão consegue descartar de maneira segura coisas que geralmente a coleta de lixo não faz.

Percebe-se que nos últimos tempos que essa campanha não vêm ocorrendo, e por consequência, há muitos descartes irregulares de lixo em diversos pontos da cidade.

Questionado pela população, o Vereador Ricardo Rio enviou o Requerimento de número 051/2021 requerendo informações sobre a situação da Dengue e sobre o Retorno do Programa Cidade Limpa.

                 

Em resposta, o Departamento de Saúde afirmou que a campanha Cidade Limpa não é eficaz no combate a Dengue, e não há previsão para retorno. Segundo a diretora do departamento, é necessário ações intersetoriais, educação permanente e um formato de limpeza que abranja também outros animais, como escorpiões e leishmaniose, além da dengue. De acordo com a devolutiva, houve uma reunião juntamente com alguns setores como Departamento de Meio Ambiente, Educação, Obras e Jurídico no ultimo dia 16/03, porém, a estratégia discutida não tem previsão para iniciar.

Em 2021 foram notificados 109 casos de suspeita de dengue, com 11 testando positivo, e as rotinas de prevenção usadas segundo a Equipe de Controle de Vetores, são as visitas de casa em casa, o que o próprio departamento admite estar tendo dificuldades em realizar devido a pandemia do Corona Vírus.

A realidade é que a cidade precisa urgente de um programa de limpeza, para que a população seja conscientizada e  tenha um local ideal para descarte de materiais inservíveis e consequentemente livre de doenças que podem ser evitadas.

 

 

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo