fbpx
OpiniãoSaúde

Mistura de vacinas pode gerar mais imunidade

Isso pode favorecer países que estão com defasagem de vacinas, diz diretor do Oxford Vaccine Group .

Estudos divulgados nesta segunda-feira (28), pela Universidade de Oxford, revelaram que aplicar uma dose da vacina anticovid-19 da Pfizer, após outra da AstraZeneca, com intervalo de vários meses (até 45 semanas), entre as duas doses, melhoram muito a resposta imunológica ao vírus.

Os pesquisadores também descobriram que uma terceira dose aplicada mais de 6 meses após a segunda, leva a um aumento significativo da imunidade, inclusive contra as novas variantes. Foi constatado que os efeitos colaterais na segunda e terceira dose foram bem menores ou inexistentes, comparados aos da primeira dose.

Outro estudo da mesma universidade publicado em fevereiro pela revista científica The Lancet, já indicava que a eficácia da vacina era maior com um intervalo de 3 meses entre as doses (81%), do que 6 semanas (55%).

Segundo o diretor do Oxford Vaccine Group, Andrew Pollard, essa é uma notícia muito boa e pode ser útil em países que estão com atraso no recebimento das vacinas para aplicação das segundas doses.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo