fbpx
OpiniãoSaúde

” Cárie de mamadeira”

A prevenção é o melhor remédio.

Também conhecida como “cárie da primeira infância”, é um problema comum entre as crianças com menos de 5 anos, mas que pode ser evitado por meio da conscientização e prevenção.

A cárie de mamadeira, apesar do nome, não ocorre somente para quem toma mamadeira. Ela é uma cárie aguda que ataca rapidamente os dentes de crianças menores de 5 anos. Pode ocorrer desde o nascimento dos dentinhos, onde muitas mães acham, que o dente da criança já nasceu com defeito, pois podem ser deteriorados durante sua erupção.

Ela geralmente acomete crianças que mamam durante o sono, leite, chá ou suco contendo açúcar. O leite materno também é altamente cariogênico (tem capacidade de causar cárie). Também podem afetar os dentes da criança que tem costume de usar chupeta adocicada ou que não tenha um bom hábito de higiene oral.

Em resumo, as bactérias presentes na boca juntamente com os restos alimentares (líquidos ou pastosos), formam substâncias que corroem as estruturas do dente, até formar uma cavidade, podendo causar dor, febre, inchaço e destruir a coroa dentária. Ela é percebida pelos pais, quando aparecem manchas escurecidas, quando a criança reclama de dor, chora ou fica irritada na hora de se alimentar. Por isso é importante manter bons hábitos de higiene e levar desde cedo a criança ao dentista.

O tipo de tratamento depende da gravidade da cárie. Como ocorre com a maioria dos problemas de saúde, quanto mais cedo o problema for tratado, menos extenso e invasivo será o tratamento.

Algumas medidas importantes para a prevenção são:

Limpar as gengivas do bebê com o auxílio de uma gaze ou de um pano macio após as mamadas;

Escovar os dentes da criança a partir da erupção do primeiro dentinho, sempre com produtos específicos para a idade;

Usar o fio dental assim que os dentes aparecerem, de acordo com os critérios orientados pelo dentista;

Evitar oferecer produtos extremamente açucarados, como refrigerantes;

Não permitir que o bebê durma com a mamadeira contendo líquidos com açúcar, mesmo que naturais;

Evitar passar ingredientes adocicados, como mel, na chupeta do bebê;

Reduzir o açúcar na dieta da criança;

Incentivar o uso de copos assim que a criança completar 1 ano de idade;

Fornecer uma alimentação saudável e equilibrada para a criança ou bebê.

A Importância da Saúde Bucal nas UTIs

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo