fbpx
Opinião

CRUZADO DE DIREITA

DANILO CAMPETTI: O ALGOZ DE LULA NA ASSEMBLEIA.

No último dia 07 de abril completou-se 4 anos da prisão de Lula da Silva, liberado de forma inexplicável da prisão depois de comandar o maior esquema de corrupção da história. Bom para a bandidolatria, o Patriotas apresenta o antídoto. O braço-direito do ex-ministro Tarcísio de Freitas e agente da Policia Federal, Danilo Campetti é pré-candidato a deputado estadual. Campetti participou de um momento dramático da história recente que foi a prisão do ex-presidente Lula no dia 07/04/2018 no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em São Bernardo. Campetti tem vasta experiência em operações táticas, chegou a fazer curso com a SWAT americana na Flórida. Natural de Votuporanga, tem 46 mil seguidores no insta: @apfcampetti.

 

CARLA ZAMBELLI CONQUISTA O INTERIOR.

A mais fiel escudeira do presidente Bolsonaro, Dep. Carla Zambelli, acompanhou o pré-candidato à governador, Tarcísio de Freitas, na visita à Associação Comercial de Marília e encantou a todos com sua simpatia e simplicidade. Ambos palestraram aos empresários. Um detalhe chamou a atenção: ao notar uma produtora rural com muito frio, desprendida, Carla tirou uma echarpe de sua bolsa e cedeu a jovem empresária que havia chegado cedo, vinda do município vizinho de Vera Cruz. Foi o suficiente para quebrar o gelo e conquistar todos os presentes.

 

ATIVISTA CONSERVADOR AGREDIDO EM NITERÓI!

O estudante universitário e assessor do Dep. Carlos Jordy (PL-RJ), Matheus Domingues, foi covardemente agredido, por um estranho, possivelmente um esquerdista. O fato ocorreu no bairro Icaraí em Niterói na madrugada do dia 08 para o dia 09 de abril e tudo indica que foi premeditado. Um ciclista o abordou o chamando de fascista e outros palavrões. Matheus se aproximou tentando argumentar o porquê daquela loucura já que eles nem se conheciam, quando o meliante tirou da bicicleta uma barra de ferro e desferiu o primeiro golpe, agredido, ele perdeu a consciência por alguns segundos. O marginal aproveitou para desferir mais quatro golpes direto na cabeça de Matheus, ele só parou porque as amigas de Matheus começaram a gritar e transeuntes se aproximaram.

 

DRA NISE YAMAGUCHI PARECE TER PERDIDO O FOCO.

O PTB de São Paulo investiu alto na candidatura da medica Nise Yamaguchi para o senado – que aliás foi um pedido da própria Nise. Para surpresa do partido ela deixou o PTB e se filiou a outro partido, o PRTB. É chato, mas é do jogo. Apesar de ter abandonado os trabalhistas, Dra Nise continua comparecendo as reuniões do PTB as segundas feiras no Nacional Club, no Pacaembu, causando desconforto e constrangimento aos presentes. Ô Dra. virou a casaca? Ok. Agora, desapega!

 

BIVAR COM O PÉ EM TODAS AS CANOAS.

O presidente do partido União-Brasil, deputado Luciano Bivar, não fecha nenhuma porta. Vai se lançar a presidência da República, enquanto negocia com a terceira via (PSD, MDB, PSDB etc). E ainda mantem um braço, via senador Flávio Bolsonaro, com a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. No União Brasil sobra dinheiro, mais de um bilhão de reais em fundo eleitoral mas falta voto.

 

JUSTIÇA REAGE À CENSURA DOS LACRADORES.

A agência de checagem Aos Fatos foi condenada pelo juiz Marcelo Oliveira, da 41ª Vara Cível do TJ de São Paulo, a indenizar a revista Oeste por marcar dois conteúdos do veículo como falsos. As marcações foram feitas em uma matéria de julho de 2020 sobre a Floresta Amazônica e em um conteúdo de março de 2021 sobre a pandemia de Covid em uma cidade mineira. Na sentença em que condenou a agência de checagem, o juiz Marcelo Oliveira ressaltou que “seria impossível deixar de constatar que a empresa de ‘checagem de fatos’ (fact checker) requerida opera com a indisfarçável intenção de censurar as demais fornecedoras de conteúdo”, no caso em questão, a revista Oeste. Na decisão, o magistrado também determinou que a agência pague uma indenização de R$ 50 mil por danos morais ao veículo. Para determinar a punição, o juiz considerou que, com “a repercussão nacional que as reportagens tiveram”, foi “inegável que a autora teve abalada a sua reputação na sociedade”.

 

LÍDER CAMINHONEIRO SERÁ CANDIDATO À FEDERAL POR SANTA CATARINA.

Depois da implacável perseguição sofrida pelo líder caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão. O Brasil acompanhou o drama do simples caminhoneiro que teve que fugir para o México por ter organizado uma simples manifestação. Ainda alvo de perseguição das cortes superiores, Zé Trovão, segue proibido de usar as redes sociais por ser alvo de um inquérito sobre atos com pautas antidemocráticas – outra jabuticaba jurídica criada pelos doutos de Brasília.

Mostrar mais

Eduardo Negrão

Eduardo Negrao é jornalista e escritor. Instagram: @prof.eduardonegrao

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo